Três pessoas, duas amigas e um único amor (Parte - V)

14 julho 2010

(...) Liz diz: Tá amor, a gente conversa. O que foi?
Pedro diz: Amor, como você sabe eu estou no 3º colegial, e todo ano os 3º fazem uma viagem de formatura e esse ano a gente vai pra Porto Seguro.
Pronto, Liz tinha acabado de ouvir o nome do lugar onde ninguém é de ninguem. Porto, a cidade mais badala na semana do saco cheio, onde meninos e meninas não estão nem ai com seus namorados, rolos e etc.
Liz diz: Amor, tipo, eu não gostei muito de saber disso.
Pedro diz: Eu sei amor, mas eu vou.
Liz sabia que se talvez visse ele antes dele ir ele pensaria em ficar afinal, ele teria ela, foi ai que ela disse:
- Então vamos fazer assim, a gente se vê essa semana pra ter certeza do que está rolando entre a gente, se não for nada você vai e me esquece, mas se a gente sentir algo você vai e ...
A voz de Liz ficou fraca, ela não queria pensar na possibilidade dele ir curtir a viagem e ela ficar aqui sabendo que ele ia tá com outra lá.
- e... você fica com outras mas quando você voltar a gente começa um relacionamento de verdade.
- Amor, eu gosto de você, eu não preciso te ver pra ter certeza disso.
- Tá Pedro, mas eu preciso ter certeza, eu acabei de terminar de uma forma péssima, eu tenho que saber se eu gosto de você ou se eu só estou me apegando a algo que não seja meu ex.
- Eu achei que você já tinha passado dessa fase.
- Eu também achei Pedro.
Os dias passavam arrastando.
95,94,93,92,91,90,89...
Chegou o dia que Liz iria se encontrar com Pedro, já estava tudo combinado, ela tinha contado pra Leticia que achou ótimo esse encontro e deu total apoio.
Liz estava se arrumando até que sentiu uma tontura e depois disso desmaiou.
Acordou com sua mãe chamando seu nome.
- LIZ, LIZ ?
- Oi... mãe eu não estou bem...
- Vamos pro médico. AGORA!
Liz foi pro médico chegando lá ele disse que tinha sido uma queda de pressão muito brusca, que pode ter sido causada por muita ansiedade.
- Liz querida você está ansiosa?
Ela sabia que estava, muito, mas não podia falar que estava, de qualquer jeito o médico iria pedir uma bateria de exames estão Liz mentiu.
- Não. Estou normal, como sempre estive.
Ela olhava o relógio, estava quase na hora do encontro e ela ainda estava no médico, quando saiu de lá e foi pra sua casa Liz pegou a bolsa e disse que ia sair, mas sua mãe não deixou.
Liz não ia discutir, afinal ela não estava bem, mas ela precisava ir ver o Pedro, ela entrou no msn e chamou ele.
Liz diz: Amor?
Pedro diz: Oi amor, estou me arrumando ja já eu to ai.
Liz diz: Então amor, eu passei mal, desmaiei, estava no médico e não estou em condições de ir.
Pedro diz: E você só me avisa agora? Eu estou indo pra sua casa agora.
Liz diz: Não. Minha mãe não sabe da gente, e eu não quero contar ainda.
Pedro diz: Mas Liz...
Liz diz: Sem essa Pedro. É melhor não.
Naquela noite Liz teve um sonho, talvez o pior sonho que ela já teve. (...)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Desejos de Menina: Três pessoas, duas amigas e um único amor (Parte - V) © 2009 - 2015 - Todos os Direitos reservados
Volte sempre!