Broken (Capítulo I)

22 janeiro 2011


O final, ou melhor, o começo.

Era tarde, a chuva caia forte e minhas lágrimas se misturavam com a água. Olhei no relógio, quase duas da manhã e eu ainda não havia chegado em casa, meus pés estavam cansados de tanto andar, ouvi um barulho de carro atrás de mim, ao olhar vi Gabriel dentro acenando pra eu entrar, eu queria matar ele e continuei andando.
Ele acelerou e veio com o carro do meu lado, abriu o vidro e começou a falar, como sempre.
- Luísa, entra nesse carro agora - sua voz era firme e ao mesmo tempo autoritária.
- Não Gabriel, eu não vou entrar nem vou ficar em nenhum lugar que você esteja - minha voz saiu forte mas angustiada.
As lágrimas continuavam a cair, como é que ele conseguia ser tão cara de pau? Eu tinha acabado de vê-lo com outra.
- Lu, amor, entra aqui, vamos conversar.
- Você quer conversar? Vamos conversar - gritei - Eu vi você com outra,, vi você me traindo Gabriel, eu vi como você segurava ela, eu vi suas mãos deslizarem sob o corpo dele.
- Desculpa - ele disse baixinho.
- Desculpa? Pedir desculpa não muda o que você fez e nunca vai mudar. Pronto, a gente já conversou pode ir embora.
- Deixa eu pelo menos te levar pra casa.
Pensei, eram duas e pouco, a chuva não parou e ainda faltava muito para eu chegar em casa.
- Ok, só porque está chovendo.
Entrei no carro, o silêncio era estranho, ninguém dizia nada e mesmo assim ambos entendiam tudo. Fomos nos aproximando de casa, então, quebrei o silêncio.
- Obrigada pela carona.
- Lu... Eu...
- Não fala mais nada, não acaba com esse resto de sentimento que eu ainda tenho por você - minha voz parecia um sussurro, e o nó na garganta estava cada vez maior.
- Mas, e a gente? - ele parecia com medo.
- Não tem mais a gente, agora sou eu aqui e você lá. Acabou, e por favor, não me procure mais.
Desci do carro chorando, não olhei para trás até ouvir o carro saindo de lá.
Comecei a andar até a porta, estava torcendo para não ter ninguém acordado, não queria que ninguém me visse naquele estado. Peguei a chave dentro da bolsa, abri a porta e então uma luz se acendeu.
- Luísa?

( continua )
Por: @pamellapaschoal

2 comentários:

  1. aaaaaaaaaaaaah que lindo *o* quero continuação *----------*

    Beijos @_eukarolbecker

    ResponderExcluir

Desejos de Menina: Broken (Capítulo I) © 2009 - 2015 - Todos os Direitos reservados
Volte sempre!