De volta ao remetente

15 janeiro 2011

Eu não queria que fosse assim, eu sempre achei que seria diferente, mas quer saber, não importa. Antes eu faria qualquer coisa pra te ver feliz, hoje eu faço qualquer coisa para ser feliz. Não estou dizendo que você não foi importante, é claro que você foi, mas você nunca foi insubstituivel, um dia eu disse que te amava e você disse que me amava também, mas sabe, você só deve dizer o que sente quando sabe exatamente o que está sentindo, caso contrário, você pode machucar quem não merece. O meu erro foi eu acreditar que você era diferente dos outros, eu me iludi acreditando que dessa vez seria diferente, que com você seria diferente, mas não foi.Com o tempo as lágrimas foram tomando o lugar dos sorrisos e aquela estranha sensação de borboletas no estômago foi substituida pelo vazio, as noites de sonhos deixaram de ser só de sonhos e os bom momentos foram esquecidos. Eu não me arrependo do que eu fiz, muito menos do que eu deixei de fazer, mas eu quero algumas coisas de volta. Nesta carta  estou mandando toda a dor que você causou e por favor, peço que você me devolva meus sonhos, meus sorrisos, minhas lembranças e minhas borboletas…

3 comentários:

  1. ooi..gosto mto dos seus textos,e das postagens do twitter.to seguindo..segue de volta?
    http://enntreaspas.blogspot.com/

    se quiser ser parceira..

    (K)

    ResponderExcluir
  2. Amei o texto q qeria participa do blog tbm , amo escrever se precisarem me da um toque bjoos .

    ResponderExcluir

Desejos de Menina: De volta ao remetente © 2009 - 2015 - Todos os Direitos reservados
Volte sempre!