Afinal, quem é você?

04 fevereiro 2011

 5415537949_de384e08eb_z_large 

O problema nunca foi o amor, ou a falta dele. O problema é a sua frieza, o seu jeito estranho de demonstrar sentimentos, dizer eu te amo e ao mesmo tempo não estar dizendo nada. Lágrimas caindo por culpa de ter feito algo errado não mudam o fato de já ter feito. Respostas secas não ajudam a demonstrar o que sente, frases de amor nem sempre dizem a verdade, você sabe. Eu queria entender qual é o prazer de não me deixar entender o que sente, queria mergulhar em seus pensamentos, revirar sua memória e descobrir quem te deixou assim, seco, frio... Queria desvendar seus mistérios, queria que você dissesse que eu sou sua pelo menos uma vez, mas com todas as letras, com todos os sentimentos. Dizer que me odeia não vai fazer você deixar de me amar, assim como tentar esquecer não faz uma pessoa esquecer. Eu não tenho medo de ser feliz, ou de sofrer, desde que eu esteja com você, ou que seja por você, para mim tanto faz. Eu só queria te contar que nos meus sonhos você aparece dizendo que me ama, que eu sou tudo para você e eu acredito profundamente nisso, como se você estivesse ali, falando. Mas ao abrir os olhos eu vejo que estou no meu quarto, e a distância entre nós não diminuiu assim como o amor. Afinal, quem é você? O que você quer de mim? Me diga se isso que eu estou sentindo é mesmo amor, e se não for, o amor não sabe o que ele está perdendo.
Minhas lágrimas não param de cair, e com ela vão meus sonhos de estar ao seu lado, mas isso é bom, pelo menos assim eu desisto de você, não por não ter conseguido, e sim por não ter mais forças para continuar batalhando por uma guerra perdida. Mas o amor é assim mesmo, às vezes ele engana, às vezes ele se engana, e às vezes ele tenta nos provar que ele não é tudo.

- Por: @pamellapaschoal

Um comentário:

Desejos de Menina: Afinal, quem é você? © 2009 - 2015 - Todos os Direitos reservados
Volte sempre!