Resenha: Senhora

20 maio 2011


Saindo um pouco da literatura mundial,estava mais do que na hora de falar sobre livros brasileiros.José de Alencar é um escritor romântico da terceira fase e diante de uma sociedade corrupta e sem valores,usa seu talento para criticar essa sociedade.
Aurélia é uma moça sensível e que está apaixonada por Fernando.Fernando é um belo rapaz que também é apaixonado por Aurélia mas vê um problema na relação dos dois: dinheiro,já que Aurélia é uma moça humilde e sem dote.Quando surge a oportunidade de um casamento vantajoso Fernando abandona Aurélia.
Humilhada dessa maneira Aurélia decide se vingar com a herança inesperada que surgiu com a morte de um tio.Usando contatos ela entra na alta sociedade carioca e se torna a sensação entre os homens.Apesar de todos os pretendentes Aurélia se mantem firme na idéia de humilhar Fernando.Estabelece-se um acordo em que dá um dote maior que o proposto anteriormente a Fernando,mas diz que só se apresentará no dia da cerimônia.O trato é feito através de amigos seus.
Fernando aceita e no dia do casamento descobre que é a sua amada Aurélia a mulher rica que lhe propôs o dote tão generoso.Para ele a história ficará bem,afinal tem o dinheiro e a mulher amada.Mas Aurélia fará que Fernando lamente ter escolhido o dinheiro em primeiro lugar.
Essa história critica os casamentos por interesse que eram comuns na época.Para saber como Aurélia fará Fernando pagar pela humilhação é só ler.Mas como todo bom romance romântico,esse tem um final feliz.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Desejos de Menina: Resenha: Senhora © 2009 - 2015 - Todos os Direitos reservados
Volte sempre!