Desencontros do Amor (Capítulo XII)

10 julho 2011

Tumblr_lny6dvdjzc1qckzpmo1_500_large

Ela tocou de leve a sua nuca e sentiu o calor que tinha sua pele branca e macia. Sentiu que estava protegida ali, com Gabriel. E que talvez, fosse capaz de ser feliz ao seu lado. 
Marina então, afastou de leve seus rostos para que pudessem se olhar nos olhos.
- O que você vê? - perguntou.
- Vejo uma garota incrível, que além de ser inteligente, linda, carinhosa, peraí, já falei linda?
- Haha Para! Eu tô perguntando o que você vê, no meu interior?
Gabriel parou, olhando fixamente para seus olhos, tentando unir as palavras para que se encaixassem da maneira mais verdadeira possível:
- Eu vejo uma garota que por muito tempo se sentiu sozinha, que foi machucada pelas desventuras da vida, mas que ainda consegue seguir em frente. Sozinha ou acompanhada. Uma garota que é capaz de dar a vida pelos que ama, que gosta dos detalhes mais simples, das coisas mais bobas, das músicas mais tocantes e, de certa forma das pessoas erradas. Sou a prova concreta disso.
Ele parou por um instante enquanto ela, abaixou a cabeça, ao refletir que tudo o que ele lhe dissera era verdade, principalmente a parte de amar as pessoas erradas. Enrubresceu.
- Vejo que você ainda reluta com seus próprios sentimentos, que tem medo de alguns deles, que tem medo de que alguns deles sejam reais, como seu amor por mim. Mas eu tô pronto pra te oferecer o que você precisar, Marina. Eu dou o que você quiser: colo, carinho, atenção, beijinhos, cafuné, amor integral...
- Gabriel, eu só não quero te decepcionar, entende? Você consegue perceber que se a situação do Nando melhorar eu..
- Não, você não vai fazer isso. Porque você me ama! Será que só você não consegue enxergar isso?
Ela se calou.
Não que o que ele dissesse não fosse verdade, mas parecia muito mais do que ela sentia. Como se ele falasse de um amor que não era  o dela...
Algumas semanas passaram e Marina decidiu continuar com Gabriel. Mal sabia ela da bomba que estava por vir...

- Alô, Marina? É a Ju! Preciso falar com você agora, é super importante!
- Que foi Juliana, o que aconteceu?
- Uma coisa maravilhosa, vem pra cá agora!
Marina trocou-se e foi para casa de Juliana o mais rápido que pôde, esperando por uma notícia ruim como sempre aconteceia com ela. Mas não era algo ruim, somente... peculiar, estranho.
- Lembra que você me apresentou o primo do... que você me apresentou o Felipe?
- Claro, logo que o ... me pediu em namor..
Marina se interrompia pelo simples fato de não querer pronunciar seu nome.
- Sim, o que tem o Felipe, Ju?
- Você não sabe, mas a gente continuou se falando desde então. Saímos algumas vezes, curtimos uma praia juntos, fomos pra balada...

- E nessa história eu nada sei, não é, mocinha?
- Você estava em outro momento, Marina, mas não se culpe.
- Ok, prossiga.
- Ele é muito divertido, carinhoso além de ser lindo, ter um bronzeado perfeito e um corpo de dar inveja... Ui!
- Ok, disse tudo eu também sei, mas... ?
- Já tem algum tempo que rolou...
- Rolou? Rolou o que Juliana???
- Shhhh! Não precisa gritar! 
- Tá fala logo, mulher!
- Nós ficamos... E foi incrível! E já tem um bom tempo que estamos ficando...
- Awnnn...
- E ontem a noite, quando eu tava vindo pra casa, ele me pediu em namoro.
- Ownnnt, que fofinho amiga! Fico muito feliz por você, ainda mais porque o Lipe é um cara maravilhoso.
- É, eu sei. Só que queria falar com você antes de dar uma resposta pra ele, sabe, você era a namorada do primo dele e eu sei que encontrar com ele te trará recordações tristes e...
- Não precisa continuar, Ju. Por mais que não pareça eu tô superando o fato dele ter me esquecido. E não posso querer tirar de você  o direito de ficar com quem você gosta por minha causa.
- Mas é porque você é importante pra mim, Ma. Se não fosse eu já teria dito sim. Porque eu sei que tá doendo ainda, e não quero te ver mais machucada com tudo isso.
Marina parou um pouco, e tentou segurar uma lágrima que insistia em querer cair.
- Não preciso que você se sacrifique por mim. Isso já é pedir demais de você!
- Mas Ma...
- Não, esqueça! Agora é hora de comemorar! Afinal, a minha menininha encontrou seu príncipe. haha
Juliana aceitou o pedido de namoro de Felipe. Um casal perfeito.

Enquanto isso, Fernando se recuperava cada vez mais. Já andava sem tanto apoio e depois de um longo período, estava sendo liberado para ir pra casa por período integral. Só faria as sessões de fisioterapia três vezes por semana, e um psicanalista o acompanharia em relação á seu lapso de memória.
Mas o que ninguém sabia, é que ele estava se recuperando, e muito nesse quesito.
Um dia, logo que fora liberado, chegou a seu quarto e passou um longo tempo analisando tudo o que ali estava.
Sua memória já tinha se recuparado em grande parte. 
Remexeu suas gavetas, olhou a escrivaninha e nada mais lhe chamava atenção do que o fato de encontrar fotos de apenas uma garota.
Era Marina.
Encontrou uma pequena carta que ela lhe escrevera quando viajara por três dias com os pais.

' Amor, eu sei que vou sentir imensamente sua falta esses três dias, mas eu sei que você vai sentir o mesmo, então isso me consola um pouco. Talvez não ter seus braços quentes pra me aquecer, não poder ouvir sua voz dizendo que me ama, seus dedos a me fazer cafuné nos cabelos, e seus beijos para me curar de meus desatinos, não seja o maior problema. Mas estar longe é uma tortura, mesmo sabendo que vou poder te encontrar de novo. Só quero que não se esqueças que te amo. Muito.
Muito mesmo.
Seu anjo, Marina'

Palavras soltas correram-lhe pela sua mente.
E deitado, ao olhar pela última vez para foto, antes de adormecer, sussurou:
- Marina, meu anjo.

(continua...)

Postado por: Isabela Santiago
Isabela Santiago 16 anos, vários desejos e sonhos e muito pra dizer pra caber nesse pequeno espaço. Aqui no blog faço contos e textos. Prazer, Isabela. :)

5 comentários:

  1. Aiiin ...

    Bom, uma coisa de cada vez...
    Primeiro parabéns pelo blog q é uma fofura, mt cute' mesmo. As histórias são PER-FEI-TAS !
    Ahh... e sei lá, se "Desencontros do Amor" for tipo como novela, q o telespectador pode opinar no final, gostaria d maissss q a Mariana ficasse com o Fernando !!! (Alok metendo o bedelho) Pronto falei !

    Beijok's

    ResponderExcluir
  2. Oh God!! Meu coração está pequeninho por essa situação fico me imaginando no lugar da Mariana.Concerteza não é fácil, o coração sempre é um enigma mas torço para o melhor!!!
    Ah e Parabéns!!!! está tudo perfeito =)

    ResponderExcluir
  3. Fica perfeita ouvindo boys like girls-thunder

    ResponderExcluir
  4. ah cada momento fica mais e mais interessante essa historia ... tão linda *.*

    ResponderExcluir
  5. tô amando essa historia!É PER-FEI-TA

    ResponderExcluir

Desejos de Menina: Desencontros do Amor (Capítulo XII) © 2009 - 2015 - Todos os Direitos reservados
Volte sempre!