Resenha: A menina que roubava livros

14 julho 2011



Já pensei em escrever sobre esse livro muitas vezes e adiei até agora. Não que a história fosse complicada de resumir,mas por ser muito especial pra mim.Comprei esse livro em uma bienal a uns três anos trás,só não esperava que ele fosse tudo isso que todos diziam.
A narradora dessa história é ninguém menos que a Morte.O livro é para contar a história de uma certa garota com quem a Morte se encontrou três vezes e que em suas próprias palavras era uma garota especialista em ser deixada para trás.
Em 1939 Liesel e Werner Meminger estão a caminho de Molching para morar com seus pais adotivos,os Hubberman.A mãe,Paula Meminger,não tinha condições de criá-los e apesar de não conhecer seu pai,Liesel sabia que uma palavra diferente de todas as outras o definia: comunista.O significado da falta de condições da mãe em criá-los e da tal palavra Liesel só descobriria depois.O primeiro encontro com a morte ocorreu justamente porque seu irmão não chegou lá.Com apenas 10 anos de idade, Liesel viu a morte levar seu irmão de apenas seis anos.
Sua nova mãe era Rosa Hubberman ,uma mulher com um palavreado vasto em xingamentos e com uma habilidade em usar esse vocabulário vasto que só poderia ser descrita como um talento.Rosa era acostumada a fazer tudo berrando e difamando todos ao seu redor,mas decididamente era uma mulher de fibra.Seu novo pai era Hans Hubberman,um homem alto com olhos de prata derretida repletos de bondade,que gostava de um bom cigarro e tocava acordeão como ninguém.Liesel não teve dificuldades de chamá-lo de pai.E finalmente seu melhor amigo,vizinho e sempre oferecido namorado Rudy Steiner,um garoto de enormes olhos azuis e cabelos loiros que chegavam a parecer limão.
De 1939-1943 a Morte conta como a garota magra e pálida descobre o mundo das palavras e sua luta para aprender a ler.Enquanto Rudy insiste que um dia Liesel irá beijá-lo como ele quer.Enquanto ajuda a mãe a lavar roupa para as famílias mais ricas.Enquanto ela descobre porque seu pai não se filiou ao Partido Nazista.Enquanto ela descobre o que acontece quando alguém ajuda um judeu.Enquanto ela vê uma guerra acontecer.Enquanto ela descobre quem eram seus pais verdadeiros.Enquanto os Hubberman escondem um judeu em seu porão.Enquanto as palavras passam a significar tudo.E enquanto ela se apaixona por Rudy.
O livro além de mostrar o crescimento da amizade e do amor entre Liesel e Rudy,mostra como os dois estavam envolvidos pela guerra e as pessoas a seu redor.Os filhos dos Hubberman e de outros vizinhos estão lutando na temida Rússia,judeus marchando para campos de concentração no meio do dia e Liesel vê que a Alemanha que ela aprende na escola é bem diferente da que ela vive.O final é de fazer chorar,então preparem os lenços!

Boa leitura meninas.

Postado por: Mayara Zaqueo
Mayara Zaqueo Futura designer,ariana,17 anos, aqui no blog posta sobre Livros.

2 comentários:

  1. Nossa estou ansioso para ler este livro, vou tentar pega na blibioteca da minha escola, ou compra-lo adorei a história, de uma certa maneira me lembrou Harry Potter!

    Thank's JK Rowling...
    http://acessopermitidoblog.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. O livro é muito bom mesmo, tem várias citações que eu adoro *-*
    vou seguir aqui :D

    http://coldaslies.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Desejos de Menina: Resenha: A menina que roubava livros © 2009 - 2015 - Todos os Direitos reservados
Volte sempre!