Medrosa, eu?

24 agosto 2011



Descobri um novo medo: trauma de aeroportos. Olha, sei lá se pode ser chamado de fobia, mas cara... Eu tenho medo mesmo. E é engraçado falar sobre isso, porque puts.. Você TEM que aprender a lidar. É um mal necessário. Hoje mesmo, eu terei que ficar firme e forte naquelas paredes monstruosas, naqueles auto-falantes e uma pessoa super-desconhecida que me deseja boa viagem na maior falsidade do mundo. Louca, eu? Magina.

Tudo começou quando eu me perdi num aeroporto. Sim, eu cai numa escada rolante e me perdi dos meus pais. Normal para uma criança de sei lá, uns seis anos. E sem falar que no mínimo eu já devo ter rodado os aeroportos do Brasil inteiro. Agora o da Inglaterra e da França também. Mas enfim.. Eu me perdi e o engraçado é que a única coisa que eu lembro é de não ter me importado com isso. Fiquei lá, de boa, até a hora que me acharam e eu me dei conta de que havia me perdido sem saber. (deu pra entender ou precisa explicar?)

E desde aí.. hunf. É, isso mesmo. Não gosto de aeromoças simpáticas, até porque todas elas são lindas e impecavelmente arrumadas. Ano passado tive a prova que até os atendentes de bordo são lindos também. O que é isso, eles só aceitam gente linda pra trabalhar no avião? Mas enfim, tento manter a calma e imaginar: vai dar tudo certo. Até porque, venhamos e convenhamos, quem sinceramente confia em um avião? Aquele troço suspenso no ar, que carrega umas 100 pessoas, alguns até mais. É sustentado por nada mais que algum tipo de gasolina que pode explodir a qualquer momento. E lamento se você vai viajar hoje (assim como eu) mas se um pássaro decidir fazer de uma turbina um ninho, já era pra você.

Mas no final de tudo, até que é divertido. Tirando a parte em que você sente na pele o que é ser surdo por aproximadamente quatro horas, e um sanduiche horrível que te servem, e um suco de laranja de caixinha que dizem que é natural e o inglês terrível dos atendentes de bordo; é bacana olhar o mundo lá de cima e chegar mais rápido à ouro país. Imagina: antigamente durava três meses uma viagem de Portugal até o Brasil, e hoje você faz tudo isso em duas horas e não sente dor alguma. (tirando a dor horrível no ouvido, já citada).

Voltando ao meu medo;  apesar de já ter me perdido, de ter sido esquecida, de perder vôos, de ficar mais de seis ( SEIS!!!!!) horas de molho num aeroporto, com um notebook na mão, um wifi que não presta, um celular descarregado  e um ovomaltine do bob’s; eu até acho que estou preparada pra tudo isso de novo. Se não fosse todas essas aventuras, eu não teria conhecido um senhor super simpático que me contou toda a história de vida dele, das aventuras de um motorista de caminhão, dos relatos de um outro senhor desdentado (!!!) que nunca havia levantado vôo na vida  e do desespero de uma senhora que mandou as malas em outra companhia aérea, eu acho que estou preparada sim.

Parece muita loucura, o homem chegar à esse tipo de tecnologia e ao mesmo tempo correr o risco de causar seu próprio óbito. Mas quem falou em medo, aqui? Quem falou em morte? Na vida a gente te que tá preparado pra tudo. Mesmo que sejam aviões gigantes, ultra-leves de praia ou a coleção de aviões em miniatura do meu tio. Viver é inevitável e as aventuras da vida te apresentam emoções inimagináveis.. Esquecendo qualquer tipo de medo, a voz simpática no auto-falante já está me chamando e eu preciso me dirigir à sala de embarque antes que eu vivencie tudo aquilo de novo (...)

Postado por: Alana Monteiro
Alana Monteiro Aquariana, Paraibana e atualmente morando no Maranhão. Flamenguista, pivô, escritora por diversão, ex-intercambista, futura diplomata e colecionadora de livros.

5 comentários:

  1. Oi Florzinha!
    Seguindo Aqui Viu?
    Retribui?
    Amei Seu Blog Tem Um ótimo Conteúdo E O Lay Super Mara!
    Um Beijo E Um Cheiro ;D
    Amei O Por Super Legal!

    ResponderExcluir
  2. too seguindoo kerida!!! muitoo bom o post ameiii pode seguir de volta?
    swett-girls.blogspot.com beijokass

    ResponderExcluir
  3. também tenho medo de avião mais sou loca para voo. (vai saber né)

    bjss

    http://asgarotasdonl.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Odeio também! Me dá um desespero... Mas não tem nada melhor do que viajar né?

    ResponderExcluir
  5. kkkkkkkkkk morri de rir aqui menina...
    O texto é um desabafo mais ao mesmo tempo é uma comendia no meio.
    Nossa nem consigo me imaginar dentro de um avião, tenho muito medo,toda vez que passa um aqui quer dizer no céu eu fico olhando pra ve se nao vai cair... #seriomesmo acho que eh de tanto ve reportagem sobre queda #aiquemedo...
    Claro que viajar eh sempre bom por isso prefiro pelo meio terrestre mesmo.
    Nada de aviao nem navio.
    #credo

    Vixe coment grande demais, bye bye ♥
    http://blog-cherryglamour.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Desejos de Menina: Medrosa, eu? © 2009 - 2015 - Todos os Direitos reservados
Volte sempre!