Nascida na tempestade

29 outubro 2011


Quando eu nasci, era um domingo de tempestade e, acreditem, acho que isso talvez signifique alguma coisa.
Tenho sérios problemas com sentimentos, aliás, tenho sérios problemas com os relacionamentos em si. Não sei, mas eu me entrego demais, ajudo demais, faço demais pelos outros, e nunca recebo nada em troca, aliás, recebo sim, desgosto e decepção.
Sabe, as vezes esse negócio de ser intensa nos sentimentos, não é apenas uma bobagem minha, porque eu sinto que sou assim. Eu sinto demais pelos outros, e principalmente, por mim. Chega a doer ser tão intensa.
Mas o que me fere não é o fato de ser atingida pelo que as pessoas pensam de mim, mas sim o fato das pessoas que eu considero nem sempre darem a mim o mesmo valor que eu dou a elas. Quando digo isso, eu falo principalmente de sinceridade.
Se existem três coisas que eu não suporto são cinismo, traição e mentiras, se bem que uma está entrelaçada nas outras duas.
Eu sou do tipo que acredita na palavra das pessoas por acreditar que elas são tão boas quanto, muitas vezes, eu sou. Não querendo me vangloriar, porque, aliás, sou extremamente imperfeita, mas eu acredito que existão pessoas boas, que falem a verdade, que joguem limpo e não somente pessoas que busquem atropelar os outros para conseguir o que querem. Mas infelizmente esse realidade está cada vez mais distante, já que a maioria prefere  o meio mais fácil de encontrar a própria alegria, a própria satisfação, o próprio prazer, esquecendo-se que estes não são jamais encontrados por meios de mentiras mesquinhas e traiçoeiras.
A verdade é que eu estou meio que cansada das pessoas e suas falsas palavras, porque meu coração já foi magoado vezes o suficiente para ter eternamente feridas, umas mais cicatrizadas e algumas abertas para sempre, e acreditar em mentiras é algo que eu realmente não preciso.
Mas mesmo assim, eu vou levando, porque mesmo que venham várias e várias tempestades, ainda assim haverá forças para reerguer cada coisa fora do lugar, afinal, eu sou nascida da tempestade, e com certeza, o que não me falta é força.

Um comentário:

  1. Sei bem como é... sou exatamente assim e o que não faltam são pessoas tentando se aproveitar e me decepcionando no processo.

    ResponderExcluir

Desejos de Menina: Nascida na tempestade © 2009 - 2015 - Todos os Direitos reservados
Volte sempre!