O amor e alguma coisa

12 outubro 2011

Tumblr_lsk5xpcoyk1r1ktnyo1_500_large
 
Estranho olhar uma página em branco, saber exatamente o que quer dizer e ao mesmo tempo, não conseguir. Talvez porque lágrimas estejam atrapalhando os olhos, talvez porque o coração esteja tão apertado que até se manter firme, sem tremer está dificil.

Sei que pode ser tarde demais, mas dizem por ai que "só acaba quando termina" e até agora, nada foi terminado, pelo menos, não entre nós. O amor ainda está aqui, no mesmo lugar que antes, intacto esperando ser encontrado, de novo.

Pode parecer estranho, mas para mim, o orgulho acabou com metade do que havia entre nós, o medo também, e pelo meu mero conhecimento matemático, duas metades são um inteiro, portanto, não soubrou nada. Nem meu coração, nem seu coração.

Que tal agora, pararmos de fingir que não nos importamos? Que tal irmos atrás de nossos corações e quem sabe encontrá-los? Um no outro. Provavelmente. Que tal juntarmos nossos "nada" e virarmos um "alguma coisa" que já é um bom começo pra quem está começando do zero?

Vamos acabar com o vazio, e com o silêncio, vamos deixar o silêncio para depois, quando precisarmos dele para recuperar o ar. Vamos dar as mãos e sair pelo mundo, vamos mostrar para os outros o que é um casal "alguma coisa" se tornando um casal "de verdade. De verdade assim, carne e osso, sentimentos, brigas, lágrimas, beijos, amassos, quarto, juntos, ocupando o mesmo espaço, desafiando as leis da física.

Vamos provar que o amor ainda existe, vamos mostrar que o amor nos fez acreditar, de novo.

Por: Pamella Paschoal

Um comentário:

Desejos de Menina: O amor e alguma coisa © 2009 - 2015 - Todos os Direitos reservados
Volte sempre!