E o que tiver que ser, será

15 janeiro 2012

Dia normal, rotina de sempre. Chegar da faculdade, tomar um banho e lanchar assistindo televisão. Ela não esperava que o celular tocasse. E muito menos ver aquele número que, há alguns meses atrás, ela correria para atender.
- Não recebeu minha mensagem? - a voz dele ainda era a música preferida dela.
- Recebi - ela tentava ser o mais fria possível.
- E por que não respondeu?
- E você queria que eu respondesse o quê? Que algumas músicas me fazem sorrir mas que você faz mais? Porque você me mandou um trecho da nossa música. Aliás, eu não entendi direito porque você fez isso. Eu poderia ter dito que você fica absurdamente lindo quando age como criança e que eu tenho vontade de te roubar pra mim quando você faz isso. Que eu fico mais idiota que o normal quando você me faz sorrir, que eu esqueço números, que eu deixo de falar algumas coisas, mas que mesmo assim, me faz bem. Que não é nada estranho beijar e sorrir ao mesmo tempo e que talvez, um dia, nós faremos isso novamente. Que você fica ridiculamente perfeito cantando músicas idiotas e que eu queria voltar a ver essa cena. Que eu fico confusa com algumas coisas que você fala, mas que mesmo assim eu gosto e fico desejando que você fale de novo. Que estrada, música e você são a combinação perfeita. Que você vai sim ser um ótimo pai e que seria melhor ainda se fosse o pai dos meus filhos. Que eu sinto a sua falta todos os dias, que eu tenho que fazer um esforço enorme para não pensar em você, que eu queria que as coisas voltassem a ser como eram antes, mas eu sei que não vão. Nunca mais. Que eu tenho saudade do natal que eu passei com a tua família e que o ano novo na praia foi o reveillon mais perfeito da minha vida. Que quando as pessoas me perguntam de você, de nós, eu finjo um sorriso e digo que acabou, mas que está tudo bem. Mas não está tudo bem. E todos sabem disso. É, eu poderia ter respondido, mas já doeu demais e eu não quero alimentar essa dor. É, eu poderia ter respondido, mas eu não respondi - uma lágrima cai de seus olhos sem que ela perceba.

Por: Olivia Dias

2 comentários:

  1. Que triste, mas ao mesmo tempo lindo, por que o sentimento dela foi lindo :X
    Enfim, lindas palavras.


    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Lindo o texto. Realmente, às vezes é melhor sofrer sozinha e deixar passar...

    Beijos,
    Isa
    Reviravoltta in Moda

    ResponderExcluir

Desejos de Menina: E o que tiver que ser, será © 2009 - 2015 - Todos os Direitos reservados
Volte sempre!