Memórias

15 janeiro 2012

Tumblr_lxt55lbeta1qlmk08o1_1280_large


Tenho essa infeliz mania de ter esperança sobre coisas que não vão acontecer. Claro que ter esperança se resume a isso, em acreditar em algo que não é completamente possível, mas ainda assim. Existem certas fatalidades que seriam evitadas caso eu não tivesse esperança sobre elas. Ou talvez não seja certamente esperança, mas expectativa. Essa minha mania de acreditar nas pessoas sem ao menos conhecê-las realmente, ou ainda, não confiar em quem realmente merece seu devido crédito. Minhas contradições às vezes cansam, eu sei.
Mas quando você começa a sentir seus sonhos sendo lançados para longe de si, quando as pessoas descumprem com o que disseram e deixam de sentir certas coisas que antes eram indispensáveis, tudo vai ficando tão... doloroso.
Às vezes a vontade de desistir de tudo é tão perceptível, diria até mesmo palpável. Ter de fingir estar bem sempre e sempre, de forçar sorrisos, de se esforçar para acreditar que um dia, só Deus sabe quando, as coisas vão mudar, de tentar (porque essa é a palavra que eu mais tenho usado ultimamente) viver. Isso tudo cansa, apesar de fazer parte da vida, ou pelo menos da minha.
Dói saber que muito tempo, muita energia e principalmente, muito sentimento, foram gastos indevidamente, e a vontade de voltar atrás e modificar tudo o que foi feito é tamanha, que parece superar muitas vezes a vontade de seguir em frente.
Aquele nó na garganta vai se formando quando memórias indesejadas reaparecem, apenas pra nos fazer lembrar de tudo que existiu e que hoje nem sequer tem alguma lógica em ser real. Músicas, imagens, vozes, nomes e palavras que aparecem como nuvens negras, nos tirando a alegria, e uma súbita tristeza se implanta em nosso olhar, mesmo que por pouco tempo, de relance.
Mas ainda assim, alguma força estranha insiste em me fazer querer mudar tudo isso, e simplesmente esquecer de tudo o que me fez mal. Uma súbita excitação em ser feliz, mesmo que seja desacompanhada. Que essa força seja, então, capaz de me afastar de tais memórias, fazendo com que meu coração não pague pelo mal de uma boa memória.


Isabela Santiago

2 comentários:

  1. Olá, tudo bem?
    Gostei muito do teu blog, já estou seguindo!!
    você poderia seguir o meu também, por gentileza? acabei de começar. Obrigado!

    http://mercadodemodelos.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Que essa vontade de ser feliz seja mais forte que a tristeza e as memórias ruins sim!

    Beijos

    ResponderExcluir

Desejos de Menina: Memórias © 2009 - 2015 - Todos os Direitos reservados
Volte sempre!