Inseparáveis - capítulo IX

19 fevereiro 2012

- Mel, acorda.
- Que horas são?
- Hora de levantar, hoje tem a palestra, lembra?
Sim, agora sim, eu lembrava, a palestra.
Nos arrumamos, tomamos um rápido café da manhã pois estávamos atrasados e saímos.
A coordenadora Paula falou sobre várias coisas e sim, dessa vez eu prestei atenção em tudo. Os professores foram apresentados e foi passado um breve vídeo sobre o histórico da escola Objetivo.
- Vamos, levarei-os até as salas - Paula disse, finalizando.
Fizemos uma fila e seguimos a coordenadora. Por sorte, Dan ficou na mesma sala que eu, me sentia mais segura assim, com ele, comigo.
- Posso sentar aqui? - uma voz masculina perguntou.
- Pode… - respondi, sem levantar a cabeça.
Continuei escrevendo no meu caderno até que resolvi olhar quem tinha sentado ao meu lado.
- VOCÊ? - falei um pouco mais alto do que eu deveria.
- Me conhece? - ele perguntou.
- Ahm, é, licença - falei e saí da sala, fazendo um sinal para que o Dan viesse comigo.
- Melissa, que foi? - Dan perguntou, aflito.
- O. Menino. Da. Camisa. Xadrez. Tá. Sentado. Bem. Do. Meu. Lado.
- Nossa, que susto, achei que fosse alguma coisa importante.
- Daniel, É IMPORTANTE!! Ele é maravilhoso.
- É, Melissa, é - ele disse e voltou pra sala.
Por que eu tinha deixado ele sentar ao meu lado, por quê? Por que o Dan não tinha sido mais rápido e pegado o lugar antes?
Voltei para a sala e não olhei mais para a cara do menino, assim que acabou a aula, voltei correndo para o quarto e pensei em algo para fazer, algo que não parecesse tão idiota na frente do menino perfeito.
“Dan, me desculpa por hoje, preciso de ajuda…” mandei sms pro Dan, eu precisava mesmo que ele me ajudasse a conquistar o menino.
“Vou jogar futebol com os meninos da sala agora, pode ser mais tarde?” ele respondeu.
Futebol. Meninos. Da sala. O menino de camisa xadrez deveria estar lá. Eu já sabia o que ia fazer. Troquei de roupa e fui até o ginásio. Procurei pelo menino e achei. Ele estava saindo do vestiário, ainda sem camisa, assim que eu cheguei. Sentei na arquibancada e assisti o jogo até o final.
- Resolveu vir? - Dan perguntou.
- É, sim, você sabe que eu amo futebol - e realmente eu amava assistir, jogar, treinar.
- Da próxima vez, joga com a gente - ele sugeriu.
- Ah sim, claro - ri.
- É sério, tenho certeza que seu gatinho vai gostar - ele disse e saiu para se trocar.
- Vou te esperar aqui - falei.
Peguei a bola de futebol e comecei a brincar depois que todos já tinham saído da quadra.
- Você joga? 
Era ele. MELISSA, RESPONDE. Só que minha voz não saiu, apenas concordei com a cabeça.
- Um dia vem jogar com a gente então - ele disse.
- Ahm, acho que não - eu tinha certeza que minhas bochechas estavam vermelhas.
- Prazer, Felipe - ele disse, estendendo a mão.
- Melissa - estendi a minha também.
Eu quase tive um ataque quando a mão dele tocou na minha, mas me controlei e apenas sorri.
- Você é muito bonita - ele disse.
- Obrigada, ahm, er, obrigada - agora sim, certeza absoluta que eu estava um pimentão.
- Melissa? - era o Dan.
- Ahm, tenho que ir, até depois - falei e saí.
- O que estava acontecendo ali? - ele perguntou, sério.
- Nada, Dan, nada… Vamos?
Já eram quatro horas da tarde, fomos até o quarto, fizemos os exercícios da apostila e ficamos conversando na cama. Com o Dan o assunto fluía tão naturalmente.
- Melissa? - alguém bateu na porta.
Levantei e abri. 
- Sim - falei, ainda não acreditando que ele estava na minha porta.
- Quer dar uma volta comigo? - Felipe perguntou, sorrindo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Desejos de Menina: Inseparáveis - capítulo IX © 2009 - 2015 - Todos os Direitos reservados
Volte sempre!