Inseparáveis - capítulo X

21 fevereiro 2012

Era sério? Felipe estava na minha porta, final de tarde, me convidando pra dar uma volta? Sério mesmo?
- Ahm… - tentei responder e olhei pro Dan. Ele fez que sim com a cabeça.
- Quer? - Felipe repetiu.
- Ahm, tudo bem - falei, por fim.
Caminhamos pelo pátio da escola, na parte dos dormitórios. Tinha uma grande parte com árvores, banquinhos e brinquedos infantis.
- Então… Você mora aqui na cidade mesmo? - Felipe perguntou.
- Estou morando aqui agora por causa da escola, mas sou do interior - me surpreendi com a naturalidade da minha voz.
- Ah sim, entendi…
- E você? - perguntei.
- Eu estava morando no exterior, mas meus pais quiseram que eu terminasse o ensino médio aqui mesmo.
- Nossa, sempre tive vontade de ir para o exterior - falei, animada.
- Sério? Tenho casa em vários lugares do exterior, você pode ir quando quiser.
Ele olhou bem nos meus olhos. Os dele eram azuis. Ele deu um sorriso e se aproximou do meu rosto.
- Posso fazer uma coisa? - ele perguntou no meu ouvido.
- Que tipo de coisa? - perguntei.
- Esse tipo de coisa - ele disse e me beijou.
O beijo dele era rápido, com vontade. Ele segurou na minha cintura e começou a vir para cima de mim.
- Ei, calma… - falei.
- Desculpa, me empolguei - ele disse, saindo.
Plim plim plim.
Era o meu celular.
“Mocinha, volte, já já o segurança passa pelo pátio e não vai ser nada bom para vocês se ele encontrar alguém por aí…”
- Acho melhor nós irmos - falei.
- Mas já? - Felipe fez uma cara de indignação.
- É, acho que sim…
Eu estava me levantando quando ele me puxou e me beijou novamente.
- Eu vou para lá - ele falou, apontando para o lado contrário do meu.
- Tudo bem, vou para o outro - falei e saí.
No caminho, fiquei pensando no absurdo que tinha acabado de acontecer. Um menino lindo tinha ficado afim de mim, me convidado para sair e me beijado.
- E aí? - Dan perguntou.
- E aí o quê?
- Ele te beijou, né? - Dan pareceu meio triste.
- É, beijou… Como você sabe?
- O brilho nos teus olhinhos.
Eu era tão transparente assim?
- Deixei seu suco preferido no criado mudo, vou dormir, boa noite - ele falou, virou para o outro lado e não olhou mais na minha cara.
- Boa noite?
- Boa noite, Melissa.
- Melissa? 
- Seu nome, não é? - ele disse, com ironia.
- Ai Daniel, quer saber, boa noite.
Nem me troquei, apenas deitei na cama e dormi.
Sonhei com o Felipe.
Acordei meio tonta, olhei no relógio, sete horas.
- Merda, tô atrasada. Daniel, por que você não me acord… - só que o Dan não estava na cama.
Me troquei voando e fui direto para a sala. Não comi, não tomei banho, não fiz nada, apenas saí correndo.
Cheguei em cima da hora, mas cheguei. Assim que eu entrei na sala Felipe me deu um sorriso, Daniel não olhou para mim.
- Por que tu não me acordou??? - perguntei logo depois de sentar ao lado do Dan.
- Ué, achei que seu namoradinho ia fazer isso - ele falou com ironia.
- Para de ser criança, Daniel.
Na segunda aula as coisas já estavam girando. Estava muito calor, eu tinha pressão baixa e não havia tomado café da manhã.
- Dan… Acho que eu vou…
E então eu caí.

3 comentários:

  1. Oiie!
    Que história hein? Amei mesmo, o conteúdo é bem envolvente! Coitado do Dan, ele ama a Melissa :/ Se bem que ela também o ama, só ela que não percebe =P haha.
    É minha primeira vez aqui e já me apaixonei pelo blog, sem dúvidas, vou ter que voltar muitas outras vezes! Seria incômodo se eu te pedisse para visitar meu blog quando desse? E gostaria que desse sua opinião sobre ele, já que é novo - eu criei anteontem. Adoraria ler o que tem a dizer! Well, espero por você lá! Obrigada desde já!

    Beeeijos :*
    www.likeawonderwall.tk

    ResponderExcluir
  2. Eu amei a história, bem interessante... Olha.. eu também tenho um blog, seguee lá florzinha: http://inversodopeculiar.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Oi, to adorando essa história.Posta mais. Valeu

    ResponderExcluir

Desejos de Menina: Inseparáveis - capítulo X © 2009 - 2015 - Todos os Direitos reservados
Volte sempre!