Como cão e gato (5º capítulo)

11 março 2012


- Luciana, porque você não me esperou? Fiquei te procurando um tempão... – era Victor decepcionado, e tentando disfarçar ao mesmo tempo, a irritação por Luciana não ter lhe dado explicações.
- Hoje foi um dia difícil...
Ele parou por alguns instantes, como que perplexo com sua resposta.
- Então, tá. Tchau. – ele saiu, pisando firme.
Quando percebeu a tolice que dissera, Luciana correu atrás dele e o segurou pela cintura.
- Me desculpa, tá? É que eu tenho andado meio estressada ultimamente. Eu sei, devia ter mandado uma mensagem, ou avisado pra Lô, mas eu tava de cabeça quente. Me perdoa, meu amor?
- Hum... – ele desviou os olhos, fazendo beicinho.
- Hããn, não faz isso comigo... Eu prometo passar esse final de semana contigo, todinho.
Ele parou, pensativo.
- Não acho que você esteja merecendo. Ultimamente estou sendo deixado muito de escanteio. E isso me preocupa...
Ele estava certo. Luciana estava dando menos atenção ao namorado que o normal, e o pior, nem tinha percebido isso.
- Me desculpa, por favor! – ela puxou-o pela nuca e fez com que ele a olhasse nos olhos.
- O que você me pede que eu não faço? – e beijou-a docemente.

No dia seguinte, Luciana preferiu agir diferente na sala. Chegou cedo, escolheu uma cadeira afastada nos fundos, deixou sua bolsa e saiu. Voltou somente quando o sinal tocou. Mas para sua surpresa, nem isso fora capaz de fazer com que Léo deixasse de sentar ao seu lado.
- Rick, você pode trocar de lugar comigo, por favor?
- Tá... – ele respondeu, meio indeciso, mas acabou cedendo.
Luciana pegou sua bolsa sem olhar para o lado e foi se sentar ao lado da amiga.
- O que houve? – Lorena perguntou um pouco assustada
- Já que você não colabora, vou começar a fazer as coisas à minha maneira.

- Hey, cara. O que tu disse pra Luciana pra ela ficar tão irritada assim?
- Haha Eu nem disse nada, Rick.
- Sei, Léo. O que tu aprontou com a garota, hein?
- Nada. – e virou para frente, disfarçando seu sorriso de sempre.

Luciana percebeu que Léo não ia deixar ela sair sem sequer conversar, preferiu mandar um sms pra Victor avisando que não precisava esperá-la e saiu rapidamente, antes que ele pudesse vê-la.
Caminhou apressadamente sem se dar conta de que estava sendo seguida.
E não era por Victor.
Nem por Léo.
- Passa tudo o que você tem aí, garota! AGORA! – um homem mal-encarado de braços tatuados, apontava uma faca afiada rente a seu pescoço. – Vamos, rápido, rápido!
Ela teve uma reação errada, tentou fugir.
- Você é idiota mesmo, né? Acha mesmo que eu não vou te machucar só porque tu é mulher? PASSA TUDO! – ele pegou a faca e passou em seu braço direito
- AAAAAAAAAAAI!
- Hey, larga a garota!
O bandido, percebendo que causara estrago o suficiente, preferiu sair correndo a lutar com um cara maior que ele.
- Lu, você tá bem?
- Não, tá sangrando muito! - ela nem sequer olhou para o lado para ver quem tinha espantado o bandido. Sangue lhe causava pânico. - Me ajuda, por favor! - a pessoa já tinha colocado o capacete e subido em sua moto.
- Vem, sobe aqui.

Continua...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Desejos de Menina: Como cão e gato (5º capítulo) © 2009 - 2015 - Todos os Direitos reservados
Volte sempre!