Inseparáveis - capítulo XXI

21 março 2012

- Vem aqui - Felipe disse, me puxando para a cama.
Eu fui. Fui fingindo que cairia direitinho no jogo dele e quando ele começou a tirar a minha roupa, fiquei bem séria.
- Você deveria tomar cuidado com as coisas que você fala - comecei.
- Como assim? Não tenho nada pra esconder de você, gata - ele disse tentando me beijar.
- Não? Tem certeza? - perguntei, virando a cara.
- Claro que tenho - ele falou, agora bravo por eu ter recusado o beijo.
- Outra coisa… Se você está planejando algo que eu não posso saber, seja mais discreto - falei.
- Do que você está falando? - ele perguntou, meio apavorado.
- Daquela câmera escondida, idiota - falei brava, saí da cama, peguei a câmera e bati a porta do quarto.
- MELISSA - ele gritou, vindo atrás de mim.
Mas já era tarde demais, eu já tinha entrado no meu quarto onde Dan estava me esperando.
- E aí, me conta tudo, quero saber, Mel - Dan parecia aquelas senhoras que adoram uma fofoca.
- Contar pra quê, você pode ver - falei, mostrando a câmera.
- Não acredito. NÃO ACREDITO. Essa parte você não me contou. Você não me disse que ia pagar a câmera - Dan parecia não acreditar.
- Porque eu não ia. Quando eu vi que ela estava em cima do armário mais baixo que eu tive essa ideia - expliquei.
- Você é muito má - Dan riu.
- Eu sei - ri também.
Abri meu notebook e mostrei o vídeo para o Dan. Ele ficou com ciúmes do começo mas amou o final. Ficava pedindo para repetir e focar na cara do Felipe quando descobriu que eu sabia.
- E agora, o que você pretende fazer com esse vídeo? - ele perguntou.
- Me aguarde amanhã - falei.
- Que perigosa - Dan falou e veio me beijar.
Ficamos ali nos beijando por um bom tempo, até que eu lembrei que eu tinha uma vida e tarefas para fazer.
- Meu Deus, a gente precisa fazer os exercícios, não quero deixar nada para o feriado, né - falei.
- Nossa, verdade - Dan disse abrindo a mochila e tirando os cadernos.
- Tá, só que você vai ter que me ajudar porque eu não entendi direito - fiz biquinho.
- Ajudo, princesa - ele riu.
Dan começou a explicar e eu tive um déjà vu da última vez que eu pedi para ele me explicar algo.
- Então, entendeu? 
- Eu tava viajando, Dan, desculpa - falei.
- Eu sei - ele disse, olhou bem nos meus olhos, deu um sorriso e me beijou. E, diferente da vez anterior, dessa vez eu beijei também.
Terminamos tudo o que deveria ser feito e deitamos na cama.
- Tô com saudade de todo mundo lá de casa, Dan.
- Eu também.
- Sério, ainda bem que você está aqui - falei e beijei-o até adormecermos.
Sonhei com a volta pra casa.
- Ei mocinha, acorda - Dan disse.
- Bom dia - falei.
Nos arrumamos e fomos tomar café da manhã.
- Oi, você é o amigo do Felipe, né? - perguntei para o cara sentado sozinho em uma mesa.
- Sou sim - ele disse, abrindo um sorriso.
- Sabe se ele vai demorar para chegar? - falei.
- Ele tá vindo logo ali - o cara disse a apontou para a porta.
Perfeito. Agora o Felipe ia ter o troco.

3 comentários:

  1. Já disse que to louca pra saber o que vai acontecer com o Felipe?!rs :l
    http://themudancas.tk/

    ResponderExcluir
  2. pirei depois que vi que n tem continuaçãoo, to doida p saber o que vai acontecer com o Felipe tambem hahaha. :9

    ResponderExcluir

Desejos de Menina: Inseparáveis - capítulo XXI © 2009 - 2015 - Todos os Direitos reservados
Volte sempre!