Como cão e gato (Capítulo 10)

22 abril 2012


- Você acha que eu devo ligar pra ele?
- E tu tem o celular dele?
- Ele me mandou uma mensagem aquele dia. Perai que eu vou ver.
Luciana ligou para o número em vão. E assim foi até quinta-feira. Até que ela desistiu, irritada. “Se aquele estúpido não sabe distinguir as coisas problema é dele, não meu” pensou.

Mas por sorte ele chegou, mesmo atrasado para a apresentação de sexta.
- Oi, tudo pronto aí? – ele parecia... diferente.
A apresentação correu bem, apesar da estranheza de Léo. Ele passou o recreio na coordenação, provavelmente para explicar as faltas durante a semana.

- Oi. – Luciana tentando puxar conversa enquanto ele ia para o estacionamento.
- Ah, oi. – mas ele nem sequer virou-se para olhá-la. Muito estranho mesmo.
- Você tá bem? Sumiu quase a semana toda, tentei te ligar mas...
- Não se preocupe, tô ótimo.
- Que bom, então. – Luciana virou-se com os olhos começando a encherem d’água, algo que era um tanto quanto comum quando engolia a raiva sentida.

Na semana seguinte, Leonardo apareceu de mãos dadas com uma garota. Era ruiva, de olhos claros, assim como sua pele. Era daquele tipo de pessoa que quando sorria deixava à mostra as covinhas nas bochechas.
- Preciso da atenção de vocês. – o professor de física começou – Esta aqui é a nossa mais nova aluna, senhorita Lola Fernandes Guimarães. Espero que a recebam bem.
Ela sentou-se ao lado do Léo. Sorrindo, como parecia sempre fazer.
- E essa agora? Namorada, será?
- Deve ser, né Lorena. Mas... Vamos prestar atenção na aula que eu preciso de notas, e altas! – Luciana tentava parecer parcial, mas por dentro ardia de curiosidade, e pior... de algo como raiva, talvez, ciúmes.

- Olá, você é a Luciana né?
- Sou sim. – Luciana continuou de cabeça baixa, ouvindo musica, sem prestar muita atenção em quem falava com ela.
- Prazer, sou a Lola.
Luciana finalmente ergueu os olhos para ver a ruivinha sorrindo.
- Err, oi.
- Haha Fiquei sabendo que você é muito boa em história. Pode me ajudar?
- Olha, eu...
- Claro que pode, não é, Luciana? – era Léo, sorrindo sarcasticamente.
- Acho que posso sim... A gente combina um dia.
- Vai ser ótimo! Lá na casa do Leozinho, pode ser?
- Hãn?
- Do Leonardo, ué. Sou prima dele, to morando com ele enquanto mamãe ainda tá ajeitando as coisas por aqui.
- Ah... entendi.
- Tudo bem pra você?
- Aham.
- Vamos, Lola. – ele parecia impaciente.
- Tô indo. Até mais então, Lu. Posso te chamar assim né?
- Pode.
- Tchauzinho, Lu.

Lola mais parecia aquelas patricinhas de filme de Hollywood. Incrível. Só não era muito adepta do rosa choque, mas de resto. E isso fazia com que Luciana ficasse ainda mais irritada.
- Era só o que me faltava mesmo... Valeu vida!


Continua...

Por : Isabela Santiago

2 comentários:

  1. Anciosa para o proximo capitulo...
    bjs!!

    ResponderExcluir
  2. Ahhhhh amei *-----*
    quero saber mais, mais...
    http://perfeitateen.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Desejos de Menina: Como cão e gato (Capítulo 10) © 2009 - 2015 - Todos os Direitos reservados
Volte sempre!