New perspective

02 abril 2012



A chuva cai fina por sobre o chão, dando à cidade uma cara mais melancólica e triste como toda chuva que há muito tempo não se via.
Eu estava no meu quarto, já se passando das onze ou quem sabe doze, a adular a caneta em meu pequeno caderno.
Havia tomado um decisão.
Talvez não fosse a primeira vez, mas havia desistido dos sentimentos banais que me fizeram voltar atrás ao considerar algumas pessoas como grandes amigos.
Não, não estava por enxotá-las de minha  vida, mesmo que por vezes, merecessem.
Meu coração é muito mole pra fazer  isso.
Só não darei espaço para minha imaginação.
Não deixarei que ela acabe por me iludir com desejos que, nem de longe, são reais ou meramente possíveis pra mim.
A verdade é que estou largando-me de minhas eternas e criativas perspectivas.
Errei.
Expectativas, na verdade.
Estou por abandoná-las, já que toda vez  que as faço surgir, elas acabam por frustrar-me com sua não-realização.
Deixo que a água molhe a terra e enxarque o que está seco, enquanto eu, cubro meu coração com uma nova armadura capaz de protegê-lo contra as devassidões e devaneios de minha imaginação.
Ou não.


Por: Isabela Santiago

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Desejos de Menina: New perspective © 2009 - 2015 - Todos os Direitos reservados
Volte sempre!