Como cão e gato (Capítulo 12)

13 maio 2012


- Luciana, quem é esse aí? - Victor foi o primeiro a quebrar o silêncio que pareceu reinar desde então.
- Oi, Victor. - ela tentou parecer calma.
- Você ainda não me respondeu.
- Ele é primo da Lola, vim ajudá-la a estudar, lembra? Leonardo abre o portão, por favor. - ela virou-sr rapidamente para ele, esperando que ele atendesse seu pedido.
- Então é esse aí? - Leonardo perguntou, abrindo o portão.
- Esse aí o que?
- Seu namorado.
- Sim, é ele.
- Aham... - ele sorriu com uma certa malícia - acho que ele não sabe de tudo, né, Lu?
Luciana ficou estática. Não era possível que ele faria uma sujeira dessas. E mesmo se fosse, a culpa teria sido mesmo dela, afinal foram beijos roubados e não permitidos? Quem teria razão?
- Não sei o quê? - Victor se aproximou.
- Ah, então ela não te contou?
- Não contou o que? - e Victor virou-se novamente para Luciana.
- Não contou que...
- Que eu sou sua namorada, né, Leozinho? - Lola chegou por detrás dele e abraçou-o - Olá, meu nome é Lola.
- Prazer, Victor.
Luciana ficou pasma na hora, mas era somente uma certeza que se confirmara: Leonardo não prestava. Não passava de um estúpido que achava que podia ter todas as seus pés, coitado.
- Era só isso, Lu? - Victor falou, se sentindo extremamente aliviado.
- Claro. Temos que ir agora, tchau.
Ela pegou firmemente a mão do namorado e saiu andando a passos largos.
- Calma, amor. Pra que a pressa?
- Não suporto aquele garoto!
- Eu percebi...
- Percebeu?
- Você fica tensa do lado dele.
- É porque ele é um estúpido, insuportável e...
- Mas você tá comigo agora, deixa ele pra lá... Vem cá, vem...
Ele aninhou-a em seus braços e, sem perceber, Luciana começou a chorar.
- O que foi, meu amor? O que houve?
- Me desculpa, eu... eu... eu...
- Não precisa se desculpar, só quero saber o que você tem.
- Não sei... não sei... só me abraça, tá?

- Você é idiota ou o quê? - Léo virou-se com ódio nas palavras ao fechar o portão.
- Você que é um estúpido, primo.
- Ah, então agora eu é que sou o estúpido?
- Sempre foi, só que está piorando.
- Olha aqui, Lola...
- Olha aqui você! Tu não vê que pirraçando a garota desse jeito você só vai fazer ela ter mais raiva de você?
- Ela gosta de mim! Eu senti isso!
- Ah, faça-me o favor! Ela tem NAMORADO! E eu não entendo, você sempre foi o exemplo da família fazendo uma coisa dessas, meu Deus! Tá querendo dar uma de malandro agora querendo roubar a namorada dos outros, é isso, Léo?
- Chega, Lola, chega!
- Só uma coisa: Se você gosta mesmo dessa garota, você deve dar a ela o direito de ser feliz, seja com quem for.
Ele saiu pisando fundo, mas ao fechar com toda força a porta do quarto, sentiu dentro de si, uma profunda angústia de saber que talvez, nunca poderia chamar Luciana de sua.

Continua....

Por: Isabela Santiago

Um comentário:

  1. Estou ficando cada vez mais curiosa para saber do fim da história! Mas, gostaria demais que a Luciana ficasse com o Victor, porque na minha opinião é uma pessoa que a respeita e ama verdadeiramente ela.

    www.todagarotadeviasaber.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Desejos de Menina: Como cão e gato (Capítulo 12) © 2009 - 2015 - Todos os Direitos reservados
Volte sempre!