Nem tente, por favor

08 outubro 2012


Não é minha intenção me apaixonar.
Por favor, não tente mudar essa situação.
Eu sei, adoro ter um colo no qual eu possa me deitar, poder sentir seu cheiro tão bom, poder segurar tua mão e envolvê-la na minha.
Tudo isso é muito bonito.
Mas não é suficiente.
Porque eu não posso me entregar mais uma vez sem saber se vou ter alguém pra me segurar.
Não posso arriscar meu coração nas mãos de alguém mais uma vez.
Você bem sabe o que me tornei.
Fria.
Anti-romântica.
Cética em relação aos sentimentos.
Mas você parece insistir no contrário, querendo que eu quebre todo esse muro, que eu me desarme de toda armadura na qual me protejo contra o amor, por exemplo. Parece querer descongelar meu coração petrificado a ponto de fazê-lo, quem sabe, bater novamente.
E de alguma forma, ele parece gostar. Parece gostar de voltar à ativa e permanecer saltitante, pulsando esperanças inférteis e expectativas infames para todo meu corpo que vibra ao te ver.
Se eu soubesse, ou pelo menos tivesse a mínima certeza de que todos os sonhos que me passam pela cabeça poderiam estar a um passo de se realizarem, talvez, eu podia ser diferente.
Mas com tudo o que me aconteceu, exatamente há um ano atrás, não posso.
Não fui feita para lidar com dúvidas, com expectativas, com sonhos.
Gosto do que é palpável, do que se pode concretizar, do que me dá certeza.
E o amor é o avesso de tudo isso que me faz bem.
Talvez por isso que eu não me dê bem nesse meio.
Porque mesmo com tudo o que eu aprendi esse tempo todo, mesmo com tudo que eu passei, mesmo  toda a força que eu obtive de minhas próprias lágrimas pode um um dia acabar, e me trazer de volta ao chão.

Por : Isabela Santiago

Um comentário:

Desejos de Menina: Nem tente, por favor © 2009 - 2015 - Todos os Direitos reservados
Volte sempre!