Nunca fui beijada - Primeiro Capítulo

15 dezembro 2012


Meu nome é Daniela, tenho dezessete anos, e no momento estou na expectativa dos futuros vestibulares, ou seja, já terminei o ensino médio e estou esperando o que o futuro me aguarda.  Sempre fui aquela garota reservada, com poucos amigos, com pouco a dizer, mas muito a pensar. Por isso mesmo sempre carrego cadernos, papéis e qualquer outra coisa onde eu possa escrever. Aliás, eu tenho um diário, e é nele que estão as minhas memórias e todas as desventuras do meu ultimo ano de escola.

Dia 1º de janeiro
Por incrível que me pareça, meu ano novo foi até animado. Minha mãe decidiu que iríamos passar a virada na praia, e apesar da minha cara feia, acabei me divertindo um pouco. O duro foi colocar Romeu (meu cachorro) na coleira, e mantê-lo quieto durante toda a viagem. Enfim...
A Emília resolveu finalmente me ligar, depois de passar uma temporada com o telefone fora de área. Já estava ficando preocupada com aquela ali. Disse que estava fora com os pais, mas que em breve estaria chegando para “por o papo em dia”. Ela é uma grande amiga, desde que eu me lembro, mas com o passar do tempo e a mudança de escola, nos afastamos um pouco. Ela é animada, adora festas e altas badalações enquanto eu, ah...

Dia 06 de fevereiro
As aulas finalmente começaram, mas as mudanças foram poucas. Agora já não temos aulas de educação física, artes e informática. Em compensação, foram acrescidas aulas de matemática e física, para minha alegria – ironicamente, é claro. Um novo professor de história, a saída da professora de matemática e a entrada de outra. Três ou quatro colegas novos.
- Daniela.
- Sim, sou eu. – mais uma vez, estava viajando em meio à aula.
- Você pode se apresentar, por favor? – era Ricardo, o novo professor de história. Alto, esbelto, cabelos escuros e olhos claros. Uma verdadeira obra de arte.
- Daniela, 17 anos, quero fazer... não sei ainda.
- Okay, obrigada pela sinceridade. É um prazer conhecê-los. Me chamo Ricardo Andrade, tenho 26 anos, leciono história há 5, e espero dar o melhor de mim este ano, assim como espero o mesmo de vocês. Então, abram no capítulo 1...
Ele era realmente um ótimo professor, e não era somente sua beleza que o tornava interessante, mas seu amor pelo seu trabalho.
- Que gato, gente! Até que enfim colocaram alguma beldade nessa escola.
- Juliana, para de ser tão atirada, ele é nosso professor, lembre-se disso. – A Juliana era uma das populares exibidas da turma, eu tentava me comunicar o mínimo com ela, enquanto gastava horas com sua melhor amiga, a Gabi, uma garota inteligente com um ótimo gosto musical.
- Ah, Gabi! Para de me controlar! Vai me dizer que eu to mentindo?! Até a Dani ficou encantada com ele que eu sei, não é Dani?!
Esse era o momento em que eu enrubescia e ficava extremamente sem graça. Muito obrigada.
- Para de amolar a garota, Juliana.
- Lá vem você me encher o saco. Me deixa, Alisson!
- Quando você parar de falar tanta besteira, talvez. Apesar de achar isso muito difícil, quase impossível, inclusive.
O Alisson era um garoto muito inteligente, e cheio de ironias. Mas um grande amigo meu.
Ela saiu pisando fundo, com Gabriela atrás, só pra variar.
-  Garota estúpida. E aí, Dani, como foram as férias?
- O de sempre, Ali. Lendo, ouvindo música, passeando com Romeu. Enfim. E você?
- Digamos que deu pro gasto.
- Uhum.
Eu adorava o jeitinho misterioso do Ali, apesar de saber que nunca teria nenhuma chance com ele, mas mesmo sendo sua melhor amiga, ainda existia dentro de mim uma chamazinha de vontade de tê-lo como algo mais...

Continua...

Por: Isabela Santiago

3 comentários:

  1. Amei! Nem acredito que vem mais histórias por aí! Tava com saudade disso no blog! :) ! <3

    ResponderExcluir
  2. Adorei seu blog muito lindoo! aqui fiz meu blog com muito carinho, faça uma visitinha e segue lá. Estarei acompanhando sempre seu blog pois gostei muito http://tokcharm.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Desejos de Menina: Nunca fui beijada - Primeiro Capítulo © 2009 - 2015 - Todos os Direitos reservados
Volte sempre!