Nunca fui beijada - 3º capítulo

28 janeiro 2013


- Galera, agora é hora da Mentira do Dia. Todo mundo tem que participar. Vamos, todo mundo em volta da piscina.
Foi um momento altamente constrangedor, mas me virei dos braços do Aly e segui em direção à piscina, tentando achar a Emília. Foi um saco ter que ouvir cada besteira que saía da boca de uns e outros, fora a própria aniversariante...
- Eu odeio jogar bola.
- Eu amo ir a escola.
- Eu não sou virgem.
As pessoas seguraram o risinho quando ouviram essa ultima vinda da própria Juliana, porque cara ela não tinha de ser assim tão pura há muito tempo. Quando chegou a vez do Alyson, ele começou a fazer aquela dramatização típica dele e me botou numa fria...
- Eu quero dizer a vocês que estou apaixonado e namorando com a menina mais linda dessa festa: a Dani.
- É, gente, só tem um problema - continuei - meu namorado, o Aly, é gay.
A galera se acabou de rir e o Aly ficou azul de raiva. Eu preferi ir atrás da Emília quando essa brincadeira idiota terminou, ela tava sentada conversando com um pessoal que eu não conhecia direito. Resolvi voltar e procurar uns petiscos pra comer. Eu ja tava cansada daquilo ali, a situação ficou constrangedora pra uma pessoa como eu e acabei dando uma piada, como não era muito de se esperar de alguém tímida como eu.
No final, eu sei que o Aly sumiu, e preferi recorrer a Emília pra ir embora.
- Emília, cê já ta indo?
- Ah Dani, eu vou ficar mais um pouco, mas se tu quiser, eu te levo. Tô de moto aqui.
- Eu aceito sim.
Ela me levou até casa, agradeci e fui direto pro banho. Ufa.
Depois me joguei na cama e liguei o computador para tentar me livrar da irritação que tinha se impregnado em mim. Quando olhei, uma luzinha estava piscando no chat.
- Oi!
- Oi Renato, como cê ta?
- Tô bem... melhor agora rs. E tu?
- Normalzinha...
- Sei...
- Mas eaí? O que me conta de novo?
A partir daí, entramos numa conversa de horas, daquelas que te fazem perder a noção do tempo...
- Nossa! Já ta tarde!
- Cê ja vai né?
- Vou sim, escola cedo amanhã
- Ta certo, então...
- ): Nos falamos outra hora...
- Okay : /  Bjs, te cuida
- Vc tbm, bjs. Fui!
O Renato, apesar de não ser alguém com quem eu convivesse, já se mostrava quase familiar a mim, um verdadeiro amigo. Mas vou dormir, essa festa me desgastou mais que me animou. Aula amanhã. Fui!

Dia 02 de abril

É engraçado como tem gente que lhe põe numa situação embaraçosa e depois não quer arcar com as consequências de seus próprios atos.
O Alisson nem fez questão de falar comigo hoje.
Mas já tô cansada desses joguinhos que ele vive fazendo.
Outro dia, a gente tava conversando sobre uma garota do segundo ano que, segundo ele, era lindíssima. Eu, na minha sinceridade, disse que não achava ela isso tudo, além do que  ela sempre fora muito nariz em pé pro meu gosto. Isso foi motivo pra ele dizer que eu estava fazendo uma cena de ciúmes.
E não foi a primeira vez que ele disse isso.
Ora, por favor, eu com ciúmes de um garoto infantil, bipolar, de olhos lindos, voz charmosa...
Ah, chega!
Não posso, nem quero, nem vou!
O Ali é só meu amigo e tchau.


Continua...

Um comentário:

  1. Toda menina tem um draminha, é seu charme natural. Curta a minha página e fique por dentro de todos eles: https://www.facebook.com/Dramalhices

    ResponderExcluir

Desejos de Menina: Nunca fui beijada - 3º capítulo © 2009 - 2015 - Todos os Direitos reservados
Volte sempre!