Talvez, quem sabe...

15 abril 2013

 559412_552929691418010_1162195178_n_large
Eu avisei que bancaria a louca, que gritaria para quem quisesse ouvir que era você, que sempre foi você, mas agora, pensando bem e melhor, pensando como você, creio que era mais ou menos você. Gosto de pensar assim, afinal, gostar mais ou menos dói menos do que gostar demais e gostar demais de você seria decepcionante. Não pelo fato de você ser uma má pessoa, um "bad romance", nada disso, mas porque você ainda é uma pessoa mais ou menos. Você ainda gosta mais ou menos de ter várias ao seus pés, ainda ouve músicas que são mais ou menos legais e sabe, eu gosto do muito!

Gosto de amar mesmo, de dar a cara a tapa. Gosto de ouvir "não" ou "sim", mas nunca "talvez". Eu gostava de você, gostava de todos os seus defeitos e gostava de você ser mais ou menos legal. Mas o fato de nunca ter sido todo meu, ainda me afeta. A verdade é que eu não sei lidar com coisas pelas metades, não gosto de nada feito nas coxas, não quero dizer "ah, to mais ou menos bem e você?". Quero poder falar "to ótima, to feliz mesmo!" e você sabe, você é mais ou menos demais pra dizer: vem, vou te fazer feliz! 

Esse é um dos maiores problemas, você me faria feliz, você me amaria, você seria capaz de se apaixonar por mim, de passar noites ao meu lado, dizer que eu sou linda e me chamar de sua. Mas nós sabemos, tudo isso seria pela metade e cá entre nós, mais ou menos nunca fez ninguém feliz demais. Mais ou menos nunca amou ninguém demais e amores pela metade são para pessoas pela metade e eu me sinto completa, o que falta é alguém que me transborde, alguém que me faça sorrir mais do que eu já sorrio quando estou sozinha. Não me confunda com uma qualquer, eu não preciso de ninguém para me fazer feliz...


10 comentários:

  1. Ótimo texto. Parabéns!

    Me lembrou de algo que eu li, que a gente precisa de alguém que ilumine o nosso dia e não nos deixe apagada, sendo mais uma na multidão. E essa frase: "alguém que me faça sorrir mais do que eu já sorrio quando estou sozinha". É perfeita!

    ResponderExcluir
  2. texto bem objetivo e direto, que a pessoa que você pensou quando foi escrever desconfie de tudo e tome uma atitude diferente

    ResponderExcluir
  3. Parabéns pelo texto!Ótimo!

    http://muundodamosa.blogspot.com.br/ < Comenta lá

    ResponderExcluir
  4. "mais ou menos nunca fez ninguém feliz demais." descreve perfeitamente o que ando sentindo esses dias... Muito bom o texto, parabéns! :3

    ResponderExcluir
  5. muito bom o texto, seria muito legal se vcs fizessem um tumblr iria reblogar tudo G.G

    ResponderExcluir
  6. Oi linda, recebi a tag Incentivo a Leitura e tinha que indicar 10 blogs. Indiquei você! Espero que não se importe, adoro seu blog rs Da uma olhadinha lá: http://conexaodesonhos.blogspot.com.br/2013/04/tag-incentivo-leitura.html Beeeijo ;*

    ResponderExcluir
  7. Gostei do texto! Muito inspirador. Você tem toda a razão. Ninguém nunca vai ser feliz com migalhas.
    Beijoos

    ResponderExcluir
  8. Caramba como assim eu vivi todo esse tempo sem conhecer o desejos de menina? Adorei o blog,sem contar que esse texto é completamente EU! Não suporto viver mais ou menos,não existe amor pela metade!

    fazdecontatxt.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Amei ! muito inspirador, nada de ser ou gostar de uma pessoa mais ou menos!tem que se viver com TUDO! 0/

    ResponderExcluir
  10. Ainda bem que tenho o privilégio em ser sua amiga, mas se a TATI BERNARDI te descobre ela vira sua BEST! Aí simmmm eu ficaria me mordendooo de ciúmes! ARRASOU...texto lindo e bem criativo! SUA CARA,MINHA CARA, NOSSA CARA! Sua linda...sucesso <3 <3 <3

    ResponderExcluir

Desejos de Menina: Talvez, quem sabe... © 2009 - 2015 - Todos os Direitos reservados
Volte sempre!