Sobre amor e quase

19 novembro 2014



É que mulher é assim sabe? Nós criamos na nossa cabeça um relacionamento perfeito, gostamos da pessoa, nos apegamos e sentimos medo, a todo momento e isso é ruim, porque esse é aquele famoso "amor romântico", que querendo ou não, aperta tanto que deixa de ser laço e acaba virando nó. Temos que perder essa mania de querer que tudo seja "perfeito" demais. 

Amor mesmo, é você deixar a pessoa livre, você se amar em primeiro lugar e se aquela pessoa, que você deixa livre, preferir estar ali, com você, então esse será o seu mais lindo amor, o amor genuíno, o amor que não espera nada em troca, que só quer que, independente de como, a outra pessoa seja o mais feliz que ela puder, junto ou separados, você deseja que a felicidade dela seja tanta, que você pode abrir mão da sua própria felicidade. 

Precisamos ter isso em mente, precisamos amar a felicidade do outro e desejar que o outro queira você ali, compartilhando tudo aquilo. Caso contrário, deixe ir! Porque amor e felicidade é você viver uma relação reciproca. Uma relação de certezas, uma relação onde é sempre sim e nunca "quase", porque quando a gente "quase" é alguma coisa, a gente não é nada.

Um comentário:

Desejos de Menina: Sobre amor e quase © 2009 - 2015 - Todos os Direitos reservados
Volte sempre!