Resenha: Show do Ed Sheeran no Rio de Janeiro

06 maio 2015




Hoje é dia de resenha sobre show! Uhuuuull! E como eu gosto de contar as coisas exatamente como elas foram, aí vai o meu fiel relato sobre como foi o show do pandinha ruivo mais sensacional do mundo, Ed Sheeran, no Rio de Janeiro, dia 30 de abril de 2015.

A expectativa começa quando o seu show será o último da tour e aí você fica enlouquecida nas redes sociais procurando vídeos mas, ao mesmo tempo, pensa: “Será que estou estragando minha própria surpresa?”. Não, eu não estava, porque descobri que cada show desse cara sucinta emoções completamente diferentes, incluindo as que ele próprio transparece ao longo do show.

E falando em ansiedade e sentimentos afins, as minhas foram completamente aguçadas nesse dia a começar pelo fato de que moro há 6 longas horas do Rio, que foram devidamente acrescidas de mais 2h30min de trânsito caótico até o local do show no qual eu ainda iria retirar os meus ingressos. Mas gente, quando as coisas são para serem lindas, elas são e pronto! E assim, deu tempo de fazer tudo bonitinho, amém! E pontualidade é algo sensacional viu, o britânico Ed entrou no palco, às 22h, ostentando a tradicional camisa amarela do Brasil.

Ao longo do show, eu sinceramente não sei dizer a vocês o que ele faz melhor: Cantar (nunca ouvi uma afinação tão perfeita, ao vivo, quanto a dele) ou tocar (habilidade surreal pra tocar violão, sério mesmo, a mão dele fica toda vermelha de tantas "acrobacias"). E por isso, fico com as duas opções porque sim, ele faz tudo ao mesmo tempo e comanda o show inteiro sozinho no melhor estilo voz e violão que já vi na vida!!! Para isso, ele dispõe de vários equipamentos que ficam a disposição de gravar e disparar acordes e ritmos (o que assim como no show do Bastille, não significa que seja playback ok galera? Muito pelo contrário, é só um recurso mesmo) quando ele precisa trocar de instrumento ou fazer seus famosos raps.

E as lágrimas? Aaaaah elas rolam meu povo bonito, e como rolam! Não interessa se é porque você ama a música, se está apaixonado, se apenas se emocionou com as mil pessoas levantando suas lanterninhas de celulares ou tudo isso junto! Você vai se emocionar, é inevitável. E você também vai querer ser melhor amiga do Ed Sheeran e colocar ele em um potinho, principalmente quando ele diz: “Os Brasileiros me dão mais amor do que minhas tias!” e quando ele disse que a garganta dele já estava começando a incomodar mas que o show iria continuar owwwn.  E sim, do primeiro para este último show, Sheeran foi pegando total o espírito brasileiro e do rapazinho tímido, que entrou no palco em São Paulo, para o que entrou no Rio de Janeiro, deu pra perceber a diferença pelas inúmeras vezes que ele parava pra bater um papinho com a gente. Mas assim, como falei no início desse post, tanto o Ed tímido quanto o Ed brasileiro, são igualmente sensacionais e todo mundo pode amar da mesma forma as quase 2h de show.

Sobre o setlist,a prioridade ficou por conta de todos os grandes sucessos do seu mais recente álbum “X”. Mas também rolaram algumas antigas, como as maravilhosas “Lego House” e “Give me love” e alguns covers rapidinhos, mas de arrepiar, de músicas clássicas como “Ain’t no Sunshine” e “Feeling Good”.

É show para ninguém colocar defeito e querer que ele volte pra sempre em nossa terrinha Brazuca. Fica o convite Edinho, we love you, thank you! 

E é claro que eu não iria deixar vocês sem ibagens do show né? Então aí vão dois vídeos (achei no youtube porque os meus do celular, feitos pela autora baixinha que vos fala haha, não ficaram tão bons - créditos para os autores dos vídeos então ok?) 



Um comentário:

Desejos de Menina: Resenha: Show do Ed Sheeran no Rio de Janeiro © 2009 - 2015 - Todos os Direitos reservados
Volte sempre!