Fechada para balanço

26 agosto 2015


Não desisti do amor, não desisti de amar e nem pretendo, mas a grande verdade é que de uns tempos pra cá estou fechada para balanço. Estou fechada para balanço e para tudo mais que não me acrescenta. Aprendi que existe uma sutil diferença entre egoísmo e amor próprio e decidi que iria me amar mais, mesmo que isso me fizesse parecer egoísta.

Vez ou outra me pego colocando na balança questões que ficaram no passado mas que ainda fazem morada em mim. Fechei para balanço porque aqui dentro está uma bagunça, já não sei mais o que existe e o que deixa de existir. Me fechei pro mundo pra descobrir o que do mundo, me fará falta. Tenho feito uma relação extensa de tudo que ainda tem aqui que não deveria mais ter e de tudo que foi embora e eu só me dei falta hoje.

Me fechei pra balanço porque chega um momento que ou você bota ordem no barraco, ou o barraco cai e cá entre nós, não estou disposta a enfrentar mais alguma coisa desmoronando. 

Tenho feito minhas contas e me dei conta de que o mais importante, ainda está aqui. Quem tinha que ficar, ficou e quem tinha que ir, foi, como tudo na vida. As coisas passam, as pessoas passam e hora ou outra somos obrigados a olhar pra dentro de nós e fechar para balanço. 

O que eu quero dizer é que desde que fechei para balanço percebi nada tem me faltado, tenho dentro de mim um estoque enorme de boas emoções, o que me falta mesmo é coragem de sentir. Porque meus caros, se tem uma coisa nesse mundo que balanço nenhum é capaz de consertar é um coração que já quebrou tanto, que nem super bonder é capaz de colar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Desejos de Menina: Fechada para balanço © 2009 - 2015 - Todos os Direitos reservados
Volte sempre!