Essa noite eu não dormi direito

01 outubro 2015


Essa noite eu não dormi direito, vai ver ainda é reflexo do efeito que você tem em mim. Essa noite eu lembrei da gente e coloquei pra tocar a nossa música favorita. Enquanto ouvia aquele refrão que falava exatamente da gente resolvi apagar nossas fotos. Comecei a deletar uma por uma como se a cada "você tem certeza que deseja apagar esta foto?" eu estivesse me tornando mais forte, mais imune a você, menos sua. Na última foto resolvi ler o seu comentário e percebi que tudo aquilo que estava escrito ali havia passado - assim como nós - e ficado no passado. 

E comecei a perceber que dali em diante era só eu. E comecei a seguir a vida. E fui percebendo que o que eu tanto buscava nos outros eu tinha que encontrar em mim. E fui curando as feridas. E fui deixando as cicatrizes de lembrança de como sou forte para os dias em que eu me sentisse fraca. E fui pensando mais em mim do que em você. E fui te esquecendo. E fui te deixando ir. E fui superando. E fui vivendo. E voltei a olhar o mundo com os meus olhos. E comecei a entender as voltas que o mundo. E fui levando. E fui deixando ser, até que um dia, foi.

Um dia simplesmente foi, depois de tanto tempo e de uma sequencia grande de etapas que eu tive que passar, aprender e superar, foi. Eu te deixei ir e dessa vez você não levou nenhuma parte minha e eu não fiquei com nenhuma parte sua. Te devolvi todos aqueles medos que você havia deixado aqui e recuperei todas as minhas vontades, todos os meus sonhos. Recuperei tudo aquilo que tinha deixado ir pra que você ficasse. 

E percebi que não poderia mais deixar a minha felicidade nas mãos de alguém. E fui atrás de ser feliz sozinha. E encontrei no caminho alguém pra me acompanhar, pra me transbordar.. Encontrei quem tinha que ficar. E deixei a vida acontecer, porque em alguns momentos, a gente querendo ou não, o que tiver que ser, será.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Desejos de Menina: Essa noite eu não dormi direito © 2009 - 2015 - Todos os Direitos reservados
Volte sempre!